Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

A alimentação dos portugueses

Ontem estava a ler um jornal e tinham lá um notícia que era sobre o consumo de alimentos por parte das famílias portuguesas. Dizia na dita notícia que os portugueses estavam a comprar muitos alimentos, diria até que em excesso (mas isso já é a minha opinião pessoal), muito em parte devido aos descontos e cupões. Ora, sendo eu operadora de caixa num supermercado, posso confirmar e reconfirmar essa notícia. É bem verdade!! Os portugueses estão a comprar muitos alimentos e muitas vezes até parece que estão a fazer um bunker em casa com medo do fim do mundo. Acho excessiva a quantidade de alimentos que levam e pior que isso, em muitos casos, é a sua qualidade. Muitos já são fervoros adeptos das comidas pré-feitas, em que basta colocar no microondas ou no forno e fica feito, outros levam os alimentos sem serem processados, mas por exemplo legumes é coisa que nem toda a gente leva, a grande incidência é nas pessoas idosas ou nas famílias com crianças pequenas. Outra coisa que também me deixou impressionada foi a quantidade de alimentos com chocolate que levam para os lanches das crianças em período escolar. Lembro-me de ser pequena e só em dias mais especiais e poucos mais é que levava um doce na minha lancheira, o meu lanche sempre foi constituido por leite/iogurte, um pão com manteiga e uma peça de fruta. Mas nos dias de hoje os míudos levam essencialmente snacks que contém açúcar e chocolate e sumos. 
Tudo bem que estamos em época de crise e os descontos são sempre bem vindos (de vez em quando também os aproveito) mas acho que as coisas deviam ser feitas com cabeça e ponderação em vez de se levar o produto A, B ou C em maior quantidade só porque temos um desconto, no fim das contas acabamos por gastar muito mais sem necessidade e esse mesmo produto acaba por sair mais caro.
Por outro lado numa altura em que tanto se fala em obesidade e obesidade infantil, julgo que era altura de as pessoas pararem um pouco e repensarem as suas escolhas e na influência que terão para o seu futuro. Uma alimentação saudável não é dificil de fazer.

E vocês também acham que andamos a consumir muito e mal? 

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ideias precisam-se

Eu sei que ainda falta muito até ao Natal, mas em tempos de crise há que começar a preparar as coisas com antecedência e se formos a ver bem nem falta tanto assim, apenas uns 4 meses. Como este ano vou entrar em contenção de custos para poder tirar um curso que quero, lembrei-me que era a altura ideial para começar a fazer os meus próprios presentes em vez de comprar tudo.
Numa altura em que já há de tudo e depressa se encontra tudo nas lojas, queria ser original mas faltam-me ideias. Não faço ideia o que fazer e diga-se que a minha habilidade para o que quer se queja é um pouco reduzida (daí começar já a pensar nisto) logo tenho que ir tentando fazer as coisas ao poucos para ficarem bem feitas..

Vai daí lembrei-me que vocês me podiam ajudar... Alguém tem ideias de coisas que possa fazer para oferecer? ;)

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Chuvinha

Hoje acordei para mais um dia de estágio, animada e feliz da vida (às vezes até me pergunto como consigo ser assim) e quando vou à janela ver como vai o dia vejo que está a chover! E não era uma chuvinha molha tolos, como diz a minha mãe, mas sim chuva e mais chuva como se estivessemos em pleno inverno. O primeiro pensamento que me ocorreu foi "Vou ficar a ver a praia em setembro por um canudo!" (ou pelo menos o fim de semana). No entanto ao que tudo indica foi um partidinha do São Pedro para a malta cá de baixo, já que a meio do dia a chuva lá passou e o sol até que tentou (e conseguiu) espreitar. Esperemos é que tenha sido uma partida única e que no resto da semana o tempo fique melhor para que aqui a menina possa ir pôr o pézinho na areia!



Mas aqui que ninguém nos ouve, uma coisa é certa, o tempo anda instável, chove quando devia fazer calor e faz calor quando devia chover. Temos as estações trocadas ou quase trocadas e já não vai faltar muito até passarmos o natal na praia, já que o ano passado ainda consegui fazer praia em outubro e este ano era maio e eu ainda de casaco de inverno.


segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Óscar

Hoje vou falar-vos do meu bichinho, que é como quem diz o meu bobby, o meu cão.
O meu cão veio para minha casa tinha um mês e pouco, o pobrezinho foi rejeitado pela mãe (mãe desnaturada), em meados de novembro. O nome óscar foi dado pelo meu irmão, legítimo dono dele, que decidiu que se iria chamar Óscar Carmona já que na altura estava a dar essa matéria na escola. Diga-se que era um nome pesado para uma coisa tão pequena e por isso mesmo encurtou-se o nome simplesmente para Óscar. Quando chegou a minha casa só comia sopa e de seringa, dado ser tão pequeno mas depressa se habituou a comer de tudo e vou muito bem recebido por todos, tanto que hoje ao fim de seis anos é um cão mais que mimado.
É um pequeno rafeirinho, tem uma mistura de cão de água e caniche e daí advém um enorme defeito que é ladrar em excesso, ladra se ouve um cão, ladra se vê um gato, ladra se chega ou sai de casa. Toda a gente sabe quando é que entro e saio de casa. Fora isso é um cão amoroso, posso sair de casa por apenas 5 minutos que ele faz-me uma festa como se não me visse à uma semana e se estou fora muitos dias fica doente, ao que parece com saudades.
Gosta de qualquer coisa que mexa, carros, bolas ou coisa do género e papeis então para ele é uma festa, gosta de os esfarrapar todos. Como qualquer cão que se preze detesta tomar banho (mesmo tendo ali uma costela de cão de água, deve ser uma costela bem pequenina) mas volta e meia lá tem que ser e também vai à tosquia pelo menos 2 vezes por ano e até que fica muito giro.
Carinhosamente trato-o por sr Óscar, diga-se que já tem 6 anos já merece outra distinção!! ;)

                 Adora um bom encosto para a sesta


Uns meses depois de vir para minha casa
Tão lindo com o pêlo mais pequeno ;)

Aqui está o meu leão com o pêlo comprido, a guardar-me a mala


E vocês têm algum animal de estimação?

domingo, 26 de agosto de 2012

O que há em mim

Hoje decidi falar um bocadinho de mim... nunca o fiz aqui no blog, e muitas pessoas (ou quase todas) não me conhecem!



  • Nasci na linda cidade de Leiria, apesar de não viver lá desde os meus 6 anos, altura em que me mudei para outra cidade mais para o norte do país no distrito de Aveiro! 
  • Quem não me conhece diz que sou um bocado antipática, mas isso é só enquanto não me conhecem depois dizem que afinal sou o oposto. 
  • Passo o dia a sorrir, ou grande parte dele, e já de manhã acordo com um sorriso na cara e a cantar, segundo a minha mãe é um bocado irritante, mas o que se há-de fazer eu sou assim. 
  • Raramente estou mal-disposta mas quando estou fujam da frentes!!
  • Considero-me uma pessoa feliz, não quer dizer que tenha tudo o que quero ou que tenha realizado todos os meus sonhos, mas pelo menos enquanto puder acordar todos os dias e poder dizer "Bom dia mãe!" considero-me feliz.
  • Há dois anos atrás perdi uma das pessoas mais importantes para mim apesar de nunca lhe ter dito isso, o meu irmão. Apesar de estar sempre a mandá-lo embora do meu quarto ou a dizer-lhe para não me chatear era (e é) uma pessoa muito importante na minha vida.
  • Adoro a minha mãe, é também uma pessoa importante na minha vida e no que depender de mim faço tudo para a ver bem.
  • Ando sempre "à porra e à massa" com a minha irmã, nunca nos demos realmente bem mas o que se há-de fazer é o que temos, mas gosto muito dela também.
  • Tenho o meu pai longe de mim neste momento, no Brasil, um dia espero lá ir passar umas férias com ele ;P
  • Tenho um cão que tem quase 6 anos, é o Óscar e é um chato que está sempre a ladrar mas é uma companhia fantástica, adora miminhos (é um cão super mimado) e faz-nos uma festa sempre que chegamos a casa nem que tenhamos saído por 5 minutos.
  • Como já perceberam os meus pais são separados, já há uns 4 ou 5 anos já nem sei bem, mas também as coisas menos boas não são para serem lembradas. Custa um bocado isso é verdade, mas antes separados que estarem sempre a discutir um com o outro ou então nem se falarem.
  • Acabei o meu curso universitário há pouco mais de um ano e até hoje não tenho trabalho na área.
  • Trabalho no grupo sonae e ao mesmo tempo faço um estágio na área da Higiene e segurança no trabalho, área essa que estou a gostar muito, mais do que a minha base de formação que é a segurança alimentar e por isso mesmo quero ver se ainda este ano começo o curso de SHST para consolidar o que aprendi até agora. Quem sabe se não é mesmo a área em que vou trabalhar (trabalhar a sério!)
  • Considero-me uma pessoa com poucos amigos, mas os que tenho valem a pena, amigos da universidade, da cidade de onde moro e até do estágio!
  • Estou descobrir um gosto escondido pela cozinha, apesar de praticar poucas vezes, e até já experimentei fazer iogurtes e pão caseiro e diga-se que nem me sai mal. Não gosto muito é de fazer sobremesas, não perguntem porquê, simplesmente não gosto.
Para já foi disto que me lembrei para vos dizer, são as coisas mais importantes da minha vida. Agora já conhecem um pouco de mim e da minha história! 


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Pão quente

É isso mesmo!! Aventurei-me no pão feito em casa (também já experiementei os iogurtes) e diga-se que a experiência até que foi boa.
Eu não sou muito dada a culinária, ou melhor tem dias e pratos, mas o pão até que acho fácil de fazer. 
A máquina de fazer pão (gentilmente cedida pela C.) também ajuda não é!! Faz tudo sozinha e só tenho que lá colocar os ingredientes, se calhar é por isso que correu bem. Se fosse eu a ter que misturar os ingredientes de certeza que a coisa não corria sobre rodas. 
E para vos provar isso mesmo ficam as fotos que se seguem... ;)

Ainda na máquina mas quase quase pronto :)

Cá está ele, quentinho e com bom aspecto!

 Experimentei fazer pão de sementes (já integradas na farinha)


Eu e a minha mãe não resistimos e assim que ficou pronto comemos uma fatia com manteiga, uma verdadeira delicia!!! :P
Que me dizem? Tem bom aspecto não tem?

sábado, 18 de agosto de 2012

Férias 2012

Voltei para vos falar das minhas férias ou mini-férias já que foram apenas de 4 dias, mas soube muito bem!!
Já há muito que não faziamos uma saída de casa por uns dias na altura do verão e por isso mesmo este ano resolvemos fazê-lo e fomos até à Figueira da Foz. Diga-se que foi uma boa aposta.

Em primeiro lugar fomos procurar onde ficar, no nosso caso não foi bem procurar porque já tinhamos o lugar marcado e diga-se que era uma pensão bem gira, e por acaso era... cor de rosa!!!!






Pela fotos podem ver que tem um estilo antigo. Eu gostei imenso e a localização era a melho, tinhamos tudo ao lado. O casino era a uns metros mais à frente, tinhamos um café mesmo à saída da pensão e por baixo um supermercado, era mesmo impossível pedir melhor!

Quanto às praias, no primeiro dia fomos para a praia do relógio.
foto tirada daqui


Mas tinhamos que andar muito :P Por isso decidimos ir ver outras praias e acabamos por ficar nas praias de Buarcos.  Também gostei muito e ainda deu para ir a banhos. É que aqui é dificil pormos o pé dentro da água quanto mais irmos a banhos.






Que acham das fotos?? A praia era bem agradável não era? ;)

E porque férias não siginifica só praia à noite (na última noite) decidimos ir ao casino já que ficava a uns passinhos da pensão. Entrar no casino foi caricato, não me queriam deixar entrar porque achavam que não tinha os 18 anos (onde eles já não vão...tenho mais 8 em cima!), por um lado é bom significa que estou bem conservada, mas por outro é uma situação embaraçosa. Mas a coisa lá se resolveu e consegui entrar. Nunca tinha estado em nenhum casino e até que gostei, o da Figueira é muito bonito por dentro, os tectos das salas são todos pintados e trabalhados, é mesmo antigo, só não tirei fotos porque como é óbvio é proibido. E já que lá estavamos fomos tentar a nossa sorte nas maquinetas, mas parece que a sorte não estava do nosso lado, nem a dita sorte de principante e o resultado é que nem uns cêntimos a mais trouxemos. PAciência fica para outra altura. 
 Cá estou eu à porta do casino

E para finalizar no último dia de férias (3f) fui dar sangue, como já vos tinha dito. Entretanto já recebi uma sms do Instituto Português do Sangue a dizer que estava tudo bem com a minha dádiva e que contam comigo daqui a uns meses para voltar a doar sangue.

Como na quinta-feira era dia de trabalho tivemos que regressar a casa na quarta-feira, mas só ao final da tarde porque antes ainda se aproveitou mais um dia de praia.
Foram só uns dias mas deu para descansar bastante e recuperar forças para voltar ao trabalho! ;)

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Uma dádiva!

Já há muito que não escrevo aqui, não por falta de tempo admito, mas porque realmente não sei o que escrever. No entanto depois de umas mini férias de 3 dias há sempre o que colocar aqui, mas vou começar pela boa acção das minhas férias.


Pois é, FINALMENTE sou dadora de sangue! E digo finalmente porque já desde os meus 18 anos que o queria fazer mas nunca tive oportunidade e agora após 8 anos consegui fazê-lo!
Não custa nada, realmente pensei que fosse pior, e em menos de nada já tinha feito a minha parte. Sempre o quiz fazer não pelas regalias que se tinha direito (que agora não existem!!) mas porque acho que posso fazer a diferença na vida de alguém. O sangue é algo que é produzido por nós e no meio de tanto litros (cerca de 6 dependendo das pessoas) não era de certeza 500mL que me iam fazer falta. Depois penso que se por um azar muito grande precisar de sangue estou um pouco condicionada dado que como sou O- e como tal só posso receber esse mesmo tipo.
Não custou nada, praticamente não doeu, não fiquei mais fraca nem mais forte e pude ajudar! Acho que todos podiamos e deviamos fazê-lo.
E não sou só dadora de sangue, sou também dadora de medula!! ;) 

Não custa mesmo nada!!!