Páginas

domingo, 30 de setembro de 2012

Nova etapa

Comecei na sexta-feira uma nova etapa... a etapa do ginásio!! Já tinha andado num ginásio na altura em que estava a estudar e tinha gostado da experiência. Ia todos os dias e passava lá um bocadinho do dia onde desanuviava e claro fazia exercício. Os instrutores era muito simpáticos, tanto que ainda mantenho contacto com um, a K. Demo-nos bem e ainda hoje ela dá-me conselhos no que respeita a exercício físico. 


Mas achei que aqui onde moro era altura de voltar ao ginásio porque ir correr 2 vezes por semana não estava a ser muito produtivo, precisava de mais já que ando numa de perder peso. E posto isto lá fui eu na sexta-feira experimentar um ginásio da zona muito parecido ao que eu frequentei há dois anos. E o resultado é que a partir de segunda-feira lá vou eu todos os dias fazer uma meia hora de exercício. Pode não ser muito mas para já é o que se tem. No entanto, isto é tudo muito bonito e tal e coise mas o corpinho recentiu-se da primeira aula, mas no bom sentido. Dói-me tudo o que é musculo, dizem que é bom sinal, porque significa que está a fazer efeito, mas uma pessoa fica com um andar muito duvidoso só para tentar não ter muitas dores. Amanhã volto lá e sei que tenho mesmo que fazer força para ir todos os dias e ao fim de algum tempo habituo-me e já não dói. Mas até lá... ai ai!! Se sobreviver à primeira semana sobrevivo a tudo! ;) 
O que se quer é força de vontade e pôr o corpinho a mexer!!

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Consulta de nutrição

Hoje foi dia de consulta de nutrição. No inicio do ano já tinha frequentado uma, mas devido aos meus horários de trabalho tive que deixar as consulta e o resultado foi um pouco desastroso, que é como quem diz, aumentei de peso. Sendo assim e depois de saber que havia uma nutricionista com protocolo com a fábrica marquei consulta para recomeçar de novo. Já andava numa de reeducação alimentar por isso as consultas com a nutricionista são mais um complemento a esta etapa que quero levar certinha até ao fim. E diga-se que ainda tenho muito caminho a percorrer, mas aos poucos chegamos lá.
A nutricionista é muito simpática, fez-me as perguntas de praxe neste tipo de consultas e organizou-me um plano alimentar que tenho que seguir à risca com a vantagem de poder fazer uma asneira uma fez por semana e nada mais! Porque nisto das dietas uma pessoa também tem que ter uma motivação senão perdemos a vontade e o fio à meada. 
A parte dolorosa foi mesmo subir à balança não é que tenha doido fisicamente, mas psicologicamente a história é outra, serviu como um "abre olhos". Agora tenho que perder uns 10kg, mas isto aos poucos, não se perde peso do dia para a noite. Fiquei também a saber que ando a fazer retenção de líquídos e era esse o meu medo de beber tanta água, e por isso mesmo tenho que recorrer à ajuda de um drenante, espero que funcione. Logo eu que não gosto de qualquer tipo e espécie de medicação tenho que tomar este por causa de água em excesso no corpinho. Fora isso não houve muitas novidades, já estava um pouco familiarizada com o procedimento das consultas e com todos os valores que a máquina fornece.
Resumindo, tenho um longo trabalho pela frente com muitas regras e dedicação naquilo que como.

domingo, 23 de setembro de 2012

As compotas

E como prometido cá está a foto dos doces que fizemos este fim de semana :)


O único que provei foi mesmo o doce de abóbora e está óptimo. Quanto à marmelada essa só provo quando estiver seca, mas com esta chuva parece que vai demorar algum tempo. A geleia segundo a minha mãe também ficou boa, eu cá não sou muito apreciadora de geleia, por isso fico-me mesmo pelo docinho de abóbora mas com moderação já que não estamos em fase de abusar nem adoçar muito a boca!! ;)


E para acabar este fim de semana... mais um quilinho foi à vida, o que significa que já lá foram 2 :)
Estou no bom caminho!!

Domingo de outono

É oficial o outono chegou mesmo por estes dias e brindou-nos com chuvinha! Durante a noite o vento e a chuva foram de tal intensidade que por aqui as ruas estão verdadeiros lagos, a sarjetas entupiram com a quantidade de folhas (e a falta de limpeza). Digamos que esta águinha já fazia falta aos srs agricultores e não só e por muito que não queiramos mais cedo ou mais tarde o verão há-de ir-se embora, apesar de achar que ainda vem aí mais uns dias quentes. De qualquer das maneiras como o tempo está assim o melhor mesmo é aproveitar o dia de folga em casa a ver uns filmes ou a colocar a leitura em dia.

Com o outono chega também a altura de fazer os doces como marmelada, geleia e doce de abóbora. Cá por casa ontem e hoje foram dias para isso, já está quase tudo protinho, só falta o doce de abóbora. Mais tarde coloco aqui as fotos das delicias ;) porque quem tem uma mãe que cozinha tão bem como a minha tem tudo!! Excepto quando estamos em reeducação alimentar (=dieta)!

Bom domingo minha gente!! ;)

sábado, 22 de setembro de 2012

A casa...

Ontem depois de um dia de trabalho, ao chegar a casa e ligar a tv apanhei o diário da casa dos degredos segredos. Não costumo acompanhar o reallity-show porque dá tarde e também não acho piada ao assunto, mas ontem depois de um dia de trabalho achei que era interessante para rir um bocado e parece que tive pontaria! Estavam a fazer aquele "jogo" em que a voz ligava e fazia perguntas, que na edição passada tinha ficado nas bocas do mundo pela falta de cultura dos pariticipantes. Pois bem, desta vez não foi excepção. A maioria das perguntas (senão todas!!!) eram básicas e mesmo assim eos concorrentes falharam. Ora, o problema para mim até que não foi falharem nas respotas, foi sim a descontração deles por não saberem as questões e ainda gozarem quando ouviam as respotas. Muitos diziam que só tinham o 9º ano ou que a cultura tinha ficado no ano de mil novecentos e troca o passo, mas daí até errarem na cantora da "desfolhada" e a não saberem o nome da cria de pombo já não é só falta de cultura, mas sim burrice. Muitos pelos vistos até frequentavam a universidade, como é possível terem uma cultura de um nível tão baixo?! Fora isso muitos até diziam que não ligam à politica e por isso não sabiam que entidades constituiam a Troika, cá para mim muitos nem sabem que o país está em crise.
Ver que o futuro deste país está nas mãos destas pessoas é realmente assustador. São pessoas que têm direito ao voto e que devem escolher vários políticos para levar o país a bom porto (ou não!) ou simplesmente têm que ser socialmente activos!!
Resumindo.... fiquei parva com a burrice que vai acumulada naquela casa!!!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Mais um passo


Dei mais um passo nesta luta da perda de peso, marquei consulta numa nutricionista. Espero que valha a pena ser acompanhda e vigiada por alguém.
Depois disto acho que o próximo passo é mesmo inscrever-me num ginásio ou coisa parecida!!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

(Re)educação alimentar II

Ao fim de uma semana posso dizer que ter uma boa alimentação, no meu caso uma reeducação alimentar, dá os seus frutos.


1 kg foi à vida, mas espero que mais uns quantos façam a mesma viagem (só de ida)!!! ;)

Aos pouco lá vou conseguindo e se me custa?? Agora já não, já estou a habituar-me a comer comida saudável, e se continuar assim sei que mais adiante vou poder comer uma "porcaria" esporadicamente. Agora é so manter o bom trabalho!!

domingo, 16 de setembro de 2012

Reportagem

Hoje passou uma reportagem na sic que achei muito interessante, o "Comboio da Memória", que assinala os 77anos após o fim do holocausto.
Para quem não viu foi uma reportagem sobre os campos de concentração durante a II Guerra Mundial onde milhares de judeus foram dizimados em nome de um ideal nazi. É uma altura da história negra, foi um dos maiores, se não mesmo o maior genocídio da história mundial. 
Nesta reportagem vários jovens oriundos de vários países foram visitar esses campos de concentração, nomeadamente o maior de todos, o de Auschwitz. As imagens foram comoventes e mesmo estando a ver em casa, há um arrepio a cada imagem que mostram, a cada história que contam. Podemos sentir o horror que as pessoas que para lá foram sentiram, os anos de privações e uma constante luta pela sobrevivência. Ao ver a reportagem só me vinha o pensamento, de como era possível que algum ser humano fosse capaz de fazer isto com milhares de milhares de pessoas, privá-los de simples coisas como óculos, dentaduras, próteses e até mesmo os cabelos das mulheres. Ao entrarem lá tinham uma frase bem conhecida "Arbeit macht frei" (o trabalho liberta) e era levados a acreditar que ali está um futuro promissor. Eram discriminados simplesmente por terem outra religião.
Desde que dei esta parte da história quando estava no 9º ano que fiquei interessada no assunto, na altura li o "Diário de Anne Frank" e achei um livro muito interessante. Sempre disse que gostava de ir visitar um dia este campo de concentração e quem me conhece diz simplesmente que sou doida por querer conhecer um pouco mais desta história tão macabra. Mas acho que todos deviamos realmente conhecer e ir visitar estes campos de concentração, porque só assim as pessoas tomam consciência do que foi este holocausto para tantas e tantas famílias. Esta é uma parte da história que deve ser constantemente lembrada e recordada. Nunca nos devemos esquecer do que se passou, pois só assim podemos ter sempre na memória como o ser humano pode ser mesquinho e mau.
Tenciono um dia ir ver Auschwitz, conhecer um pouco mais sobre o assunto. Acho que todos deviamos de o fazer. Para quem não viu a reportagem, aconselho a verem!

sábado, 15 de setembro de 2012

Uma questão de confiança

Eis o que me falta... confiança!
Não confiança em mim porque isso tenho. Sei as minhas capacidade e as minhas limitações e por isso sei até onde posso ir e onde posso chegar. O que me falta é confiança nas outras pessoas. Simplesmente não confio, fico de pé atrás até me mostrarem que realmente valem a pena e posso confiar nelas. Ora isso é um cabo dos trabalhos, num dia em que nos relacionamos tanto com as pessoas ser desconfiada é um problema. Digo não a muitas coisas e não acredito no que me dizem à primeira. Se alguém fala comigo e eu não conheço a pessoa fico de pé atrás, acho sempre que me escondem algo e pior que andam a tramar alguma (se calhar até é mania da perseguição).
Dizem que as nossas vivências enquanto crianças fazem de nós melhores ou piores adultos, com mais receios ou com menos, mas não vejo de onde esse sentimento de desconfiança possa vir. Será que sou desconfiada já por natureza? Começo a achar que sim! Ou então é de ver muitos filmes e começo a fazer os meus filmes...
O certo é que ser assim pode causar situações complicadas.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Crise

E ainda esta semana o sr Primeiro-Ministro anuncia novas medidas de austeridade que passam por reduzir salários e subsídios e parece que toda agente decide comprar algumas coisinhas extra por estes dias que é para no próximo ano não se preocuparem muito.
Digo-vos, já não me lembro de ter um dia como o de ontem, no supermercado em que trabalho. Ainda para mais sendo meio do mês, começo a achar que muita gente anda a preparar um armazém em casa. Ou então andam a ver TLC a mais!!!
Logo há mais pessoas para atender ;)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

(Re)educação alimentar


Pois é, estou a aprender a comer de forma saudável. Aqui a menina tem que perder uns quilinho (cerca de 10) e por isso vai ter que aprender a comer bem, de uma forma saudável a ver se chegamos onde queremos. Claro que não vou fazer nenhuma dieta maluca porque sinceramente acho que isso não compensa, porque quando deixamos de a fazer os quilinhos perdidos regressam. Assim sendo, é um projecto a longo prazo. 
Comecei nesta segunda-feira e para já está a correr bem. Tenho bebido pelo menos 1litro de água, pode parecer pouco mas para quem bebia muito pouca água este é um passo importante, mais adiante vou tentar chegar ao 1,5L. Também ando a comer saladinhas e coisas saudáveis e tento respeitar as horas das refeições e lanches, fazendo sempre no minimo 5 refeições diárias. Espero que resulte!!
O único problema é mesmo fazer o exercício fisico. Saio cedo de casa e chego tarde e não trabalho na cidade onde moro o que faz com que não tenha grande tempo. Vou tentar aproveitar o fim de semana para isso e os dias em que não estou a estagiar, pode ser que seja suficiente para já ;) Se alguém tiver ideias de exercícios que se possa fazer em casa diga que estou aberta a sugestões, por estes dias faço caminhadas e corridas, mas quando o tempo não o permitir tenho que arranjar alternativas.

Espero que seja desta que fique educadinha no que toca à alimentação ;) 
Quando conseguir o meu objectivo aviso!! ;)

domingo, 9 de setembro de 2012

Dia do regresso


Hoje é dia de regressar à universidade. As aulas começam amanhã, pelo menos na universidade em que estudei, e por isso hoje é dia de regressar para mais um ano. E ao lembrar-me disso deu-me saudades de o fazer. Nunca morei em casas ou apartamentos, mas sim na residência da universidade e por isso chegavamos cedinho para arranjarmos o nosso cantinho. Os quartos eram distribuidos com antecedência ou no meu caso ficava com o quarto dos outros anos anteriores, faziamos camas, desfaziamos malas, ajeitavamos o quarto à nossa maneira e até o personalizavamos um pouco tendo sempre em atenção que no final do ano o quarto tinha que ficar tal e qual o tinhamos encontrado. Depois do quarto era a vez da casa de banho e da cozinha. Quando finalmente estava tudo arrumadinho eram horas de nos encontrarmos com as restantes colegas de residência, (na minha por exemplo, eramos cerca de 24 por piso) e também iamos conhecer as novas residentes tentando sempre familiariza-las com o ambiente e com as regras. 


fotos retiradas daqui

Viver na residência da universidade foi das melhores experiências que tive na universidade. Conheci muita gente boa, tenho muitas recordações das minhas colegas e a minha colega de quarto, a F., era espectacular, sempre nos entendemos bem quer em termos de espaço, quer com horários de estudo e de brincadeira, eramos mesmo companheiras de quarto e tenho saudades dela e de dividir o quarto com ela. O almoço e o jantar eram muitas vezes, no caso do jantar sempre, feito lá, não tinhamos fogão mas tinhamos microondas e digo-vos acho que todas nós saimos de lá a saber fazer muita coisa no microondas. Até enquanto jantavamos havia animação, juntavamo-nos muitas vezes para jantarmos juntas e pelas alturas festivas organizamos jantares e trocas de presentes. E apesar de todas as regras que tinhamos que cumprir nunca faltou aventuras, animação, gargalhada, brincadeiras. 
Tive ainda o privilégio de a residência ser num dos sitios mais bonitos da cidade mesmo junto ao parque e ao rio, tinhamos um espaço verde lindissimo o que era bonito de se ver. Estava também perto do shopping e do teatro da cidade, no fundo estavamos bem localizados porque até pertinho da universidade estavamos.
Viver lá ajudou em muito a superar as saudades de casa porque no fundo aquela era a minha segunda família.
Hoje ao lembrar-me disso senti tantas mas tantas saudades...
Espero que todos os que vivem na residência da sua universidade tenham tão boa experiência como eu tive :)

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Na cozinha


Se há coisa que realmente me deixa a pensar é o almoço/jantar!!
Nunca sei o que fazer, carne, peixe arroz, massa... as opções são tantas que ando sempre às voltas. A imaginação também não é muita e também sinceramente não sou grande cozinheira. Ganhei o gosto pela cozinha há pouco tempo, mas realmente esta falta de imaginação deixa-me muitas vezes de pés e mãos atadas. E para ajudar à festa ando sempre a tentar fazer receitas saudáveis porque estes quilinhos a mais que tenho teimam em não desaparecer e por isso mesmo tenho que ter muito cuidado com o que como. Por isso se cozinhar normalmente me é dificil, cozinha algo saudável é quase missão impossivel. O que me vale é que tenho sempre alface e sopa no frigorifico, sempre se improvisa mais qualquer coisinha.
Para hoje vai mesmo um hamburguer de peru grelhado com uma salada, amanhã logo se vê...

E vocês como verdadeiros chefes na cozinha?

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Noticias

Passando os olhos muito brevemente pela capa de jornais e pelas notícias principais de um ou outro site só se vêm tragédias e coisas tristes. São filhos que matam pais, pais que matam filhos, é a troika, são os preços cada vez mais altos da gasolina, são greves, assaltos e mortos. 
Gosto muito de me manter actualizada e informada do que se passa no nosso país e no mundo, mas há dias em que realmente agradeço não conseguir ouvir nem ver qualquer tipo de notícias devido ao meu trabalho. Não se aprende nada, não contribuem para a minha felicidade, antes pelo contrário e só me deixam, na maioria das vezes, com vontade de me pôr a andar daqui para fora.
Com tantas notícias más não admira que as pessoas andem deprimidas e desmotivadas, temos o país feito num caco. 
Espera-se entretanto que melhores dias venham e que o nosso pequeno paraíso "à beira-mar plantado" fique um pouco melhor!

Enquanto isso não acontece, a melhor notícia do dia, ou antes, o melhor momento do dia, foi mesmo ver os filhos dos colaboradores da fábrica numa pequena visita à mesma, a ficarem maravilhados com tudo o que viram. Valha-nos ao menos a boa disposição das crianças e a sua espontaneidade para ficarmos com um sorriso nos lábios!! ;)







terça-feira, 4 de setembro de 2012

Já lá vão 2 anos


E nós já temos 2 anos! Foi exactamente no dia de hoje mas à dois anos atrás que nos tornamos uma só. Marquei uma parte do meu corpo para o resto da vida. Acho-a bonita, linda na verdade, mas o seu simbolismo apesar de também ser bonito é triste. É a saudade que trago todos os dias comigo. Representa a falta que me faz quem já não pode mais estar ao meu lado. 


O tempo vai deixando as suas marcas na nossa vida. A saudade é a minha...

domingo, 2 de setembro de 2012

Praia


Hoje foi dia de praia em grupo. Foi um dia bem passado, com boas pessoas, recheado de boa animação, água gelada e areia à mistura (quer dizer que saí da praia tipo croquete). Mas foi um dia espectacular :)

E o vosso dia como foi?

sábado, 1 de setembro de 2012

Setembro

Pois é meu amigos o Agosto já lá vai, assim como as férias e a boa vida (para quem a teve) e Setembro chegou em força. Pena ter começado a um sábado, o que faz com que o mês seja mais do que comprido, a sorte é que estes só tem 30 dias!


Para muitos setembro é o ínicio de um novo ciclo, é a dita retrée. Está tudo preparado para um novo ano lectivo, com amigos novos e nos desafios, ou então para um novo ciclo no trabalho/carreira, para outros é a altura ideal para procurarem emprego, em muitos casos o primeiro emprego.
Pois bem para mim é simplesmente altura de fazer o balanço de um ano. Foi há um ano que encontrei um part-time e infelizmente pouco mais consegui encontrar para além disso. Mas como diz o ditado, mais vale um pássaro na mão que dois a voar e dou-me satisfeita por ter emprego nesta altura mesmo que não dure para sempre. Neste ano não se passou muita coisa, diga-se que a minha vidinha não dava para escrever um livro. Além do trabalho, voltei algumas vezes à minha cidade universitária, Vila Real, para rever amigos e colegas deixando sempre saudades e recordações em cada viagem. Refiz novos amigos na cidade onde moro e digo refiz porque já eram amigos mas com a universidade, as poucas vezes que vinha a casa e a falta de tempo as relações ficaram um pouco a marinar, mas nada como regressar para tudo ser retomado e no nosso caso como se nunca nos tivessemos separado. Durante este ano que passou tirei o CAP, uma aposta para o futuro, não pensando na hipótese de dar formação mas sim porque em muitas ofertas de emprego este é exigido. Mais recentemente comecei a fazer um estágio numa área que directamente não dizia nada com o meu curso, mas que estou a gostar bastante, tanto que nos próximos tempos tenciono tirar um curso para consolidar conhecimentos e também para poder exercer realmente na área.
Posto isto, não foi um ano muito fora do normal, não houve nenhuma história digna de registo, mas foi um bom ciclo. Se o que começa agora for assim, já não posso dizer mal da festa.